Barbados

Viver em Barbados

Iyna Bort Caruso

Os Barbados são tão conhecidos pela sua cultura de serviços de requinte como pelas suas praias de areia fina.

A vida é boa nesta ex-colónia britânica. A mistura inglesa-caraíba manifesta-se em duas paixões locais: o críquete e crop over (este último é um festival no estilo do Carnaval que marca o fim da colheita anual de cana de açúcar).

As suas atracções são culturais, históricas e naturais. O clima de sol temperado durante todo o ano e as brisas convidativas envolvem este país insular com apenas 34 quilómetros de comprimento. Apesar de ter uma alta densidade populacional, a ilha está repleta de extensões de praias imaculadas que atraem multidões internacionais, especialmente do Reino Unido, que ainda se sentem ligadas à ilha pelos laços coloniais ingleses. Nessas multidões abundam elites que satisfazem a sua fantasia de viver como os locais, enquanto têm acesso a uma variedade de comodidades do estilo resort.

A estabilidade política e uma forte infra-estrutura de estradas, instalações de saúde e telecomunicações reforçaram o mercado de casas de férias de Barbados. O governo não impõe restrições a compradores internacionais que têm à sua disposição uma grande variedade de estilos de segundas habitações: moradias à beira-mar, mansões clássicas e residências modernas que ainda reflectem a essência da arquitectura original das casas tradicionais.

Barbados divide-se em 11 paróquias. A tranquila costa sul possui um ar local, enquanto a costa leste é um lugar de beleza acidentada e praias de surfistas. O norte caracteriza-se por acentuadas falésias de coral e grés que se projectam do mar.

Bridgetown é a capital, situada no sudoeste de Barbados. A partir daí, casas de prestígio, agrupadas ao longo da costa oeste estão a menos de 20 minutos de distância. Uma vez conhecida como a Gold Coast (Costa de Ouro), o nome foi elevado para reflectir o influxo de bilionários globais. Agora chama-se a Platinum Coast (Costa de Platina), uma faixa que foi cuidadosamente desenvolvida para proteger o meio ambiente. Enclaves residenciais com moradias palacianas atendem a pessoas de alto valor patrimonial (incluindo realeza) com serviços de concierge de cinco estrelas que exemplificam o melhor do estilo de vida de Barbados.