Pequim, China

Na via rápida

Iyna Bort Caruso

Pequim, China, é uma cidade antiga que se está a modernizar a uma velocidade relâmpago.

A capital é o coração da cultura e política da nação, muito movimentada e a fervilhar com emigrantes de outras cidades, outros países e outros continentes.

Pequim divide-se em seis distritos urbanos, oito distritos suburbanos e dois municípios rurais. O seu congestionamento de trânsito e engarrafamentos são infames, embora uma extensa rede de transportes públicos de metro, autocarros e eléctricos ofereça algum alívio. A vida na cidade é cosmopolita e activa, com mais de 100 jardins públicos e ainda um número superior de museus. É fácil viver bem em Pequim, apesar do preço dos bens e serviços de estilo ocidental ser alto.

A arquitectura da China Imperial está justaposta com um grande número de novas construções, algumas a visão de arquitectos internacionais. O mercado imobiliário residencial tem sofrido grandes aumentos de preços, especialmente no mercado de casas novas. Nas áreas urbanas de maior densidade, os apartamentos dominam. Um estilo residencial de habitações à volta de um pátio comum é conhecido como Siheyuan. Originalmente construídas para a nobreza, começaram a destinar-se a casas multifamiliares durante a revolução comunista. Muitas foram demolidas para dar lugar a torres residenciais, mas algumas foram renovadas e estão a atrair pessoas que procuram uma experiência histórica chinesa.

Chaoyang é o distrito diplomático, uma área muito popular junto de profissionais da comunidade estrangeira. Apartamentos elegantes apresentam comodidades de estilo europeu. A zona está repleta de parques, vida nocturna, lojas com marcas conhecidas e escolas internacionais.

Moradias isoladas direccionadas a famílias são mais comuns nos distritos periféricos. Shunyi, próximo do Aeroporto Internacional de Pequim - Capital, por exemplo, possui um ambiente suburbano pacífico e escolas internacionais, restaurantes e centros comerciais. Alguns empreendimentos possuem pessoal administrativo que fala Inglês e comodidades como centros de fitness, piscinas e o tipo de segurança que se esperaria encontrar apenas em condomínios na Europa e América do Norte.

As regras que regem aquisições imobiliárias em Pequim variam de acordo com a jurisdição da cidade, mas muitas restrições sobre aquisições por estrangeiros já foram eliminadas. Tecnicamente, o governo detém os terrenos e concede contratos de arrendamento residencial de até 70 anos.