Filipinas

Espírito comunitário

Iyna Bort Caruso

O povo das Filipinas, com uma cultura enraizada em influências coloniais espanholas e americanas, no sudoeste asiático, possui um sentido de união e comunidade muito forte. O termo filipino para esse sentimento é bayanihan. O sentido de família é muito forte nesta nação conservadora e multicultural.

As Filipinas são um arquipélago com mais de 7.000 ilhas, a maioria das quais desabitada. O país divide-se em três grupos de ilhas: Luzón, Visayas e Mindanau. A vida anda em torno da água e nenhuma praia fica a mais de duas horas de distância.

Investidores internacionais podem comprar casas nas Filipinas mas não terrenos. A utilização dos terrenos é gerida através de um contrato de locação de longo prazo. As Filipinas classificaram-se muito bem como um destino para comunidades estrangeiras. Atingiram a 8.ª posição numa lista de 61 países num inquérito de 2014 realizado pela InterNations, uma comunidade internacional online para pessoas que vivem e trabalham fora dos seus países. O país recebeu pontuações altas nas áreas de facilidade de integração, vida familiar e custo de vida. Além disso, a U.S. News and World Report considerou o país um principal destino para reformados estrangeiros. Não existem obstáculos à obtenção de residência permanente e não são cobrados impostos sobre a importação de artigos para a casa.

Luzon é a maior ilha do país, onde se concentra metade da população e se localiza a capital, Manila. Um movimentado porto marítimo internacional, Manila possui apartamentos de luxo com preços bem mais acessíveis em comparação com outras cidades capitais. As comodidades dos empreendimentos são de classe mundial: serviços de restauração incorporados, segundas cozinhas para funcionários domésticos, clínicas médicas, jardins para meditação e heliportos. A grande área metropolitana de Manila é composta por dezasseis cidades, incluindo Makati, o centro financeiro do país. O parque Forbes é uma das subdivisões privadas de elite de Makati. O Forbes dispõe de um clube de golfe e um clube de polo. Dasmariñas Village é um bairro adjacente de prestígio semelhante e possui embaixadores, políticos, executivos de negócios e celebridades como moradores.

A cidade de Tagaytay é um dos pontos turísticos mais populares das Filipinas, ficando a cerca de uma hora de carro de Manila. A cidade situa-se numa colina com vista para o Lago Taal, um belo panorama para golfe, equitação e outras actividades ao ar livre. O clima fresco e as vistas espectaculares tornaram-na uma cidade-estância desejável para habitações secundárias para a elite de Manila. Os que procuram praia vão a Boracay, situada no grupo de ilhas Visayas. Boracay desfrutou de um impulso promocional em 2012 quando a revista "Travel + Leisure" a descreveu como a melhor ilha do mundo. Para quem se preocupa com privacidade máxima, as Filipinas são um dos poucos países onde se pode possuir uma ilha inteira. Tal como em muitas zonas da Ásia e do Sul do Pacífico, a "titularidade" assume a forma de locação a longo prazo.