Ilhas ABC

Viver nas ilhas ABC

Iyna Bort Caruso

Aruba, Bonaire e Curaçao, também conhecidas como as “ilhas ABC,” situam-se ao largo da costa da Venezuela.

Este trio de ilhas formam parte do Reino dos Países Baixos, com culturas que se misturam com as antigas origens das Índias Ocidentais. Holandês é a língua oficial, embora o Inglês e uma língua crioula chamada Papiamento sejam bastante utilizados.

Aruba e Curaçao são ilhas autónomas e possuem o seu próprio parlamento e primeiro ministro. Localizada a mais ou menos 25 km da costa venezuelana, a ilha tem 32 km de comprimento e 10 km de largura, com o Parque Nacional de Arikok a representar 20% do território. Aruba dispõe de várias ligações aéreas directas com muitas cidades norte-americanas e internacionais. Atraídos pelas praias de areia branca e o clima seco e soalheiro, norte-americanos, holandeses e venezuelanos representam uma proporção significativa dos compradores de segundas habitações na ilha. Oranjestad, a capital e principal porto de cruzeiros, dispõe de muitos casinos, restaurantes, mercados e campos de golfe próximos. Muitas das melhores praias situam-se ao longo desta costa. Malmok, na ponta noroeste, abriga algumas das construções mais luxuosas da ilha. As moradias desta zona geralmente encontram-se em terrenos de grande dimensão, alguns dentro de comunidades fechadas com vista sobre o oceano e campos de golfe. A praia vizinha de Palm Beach é considerada uma das melhores praias da ilha.

Curaçao é a maior ilha e possui a maior população das ilhas ABC. A sua qualidade de vida é uma das mais altas nas Caraíbas devido à sua economia baseada em refinação petrolífera, serviços financeiros e turismo. Os 150.000 habitantes de Curaçao incluem pessoas de mais de 40 países. Os prédios pintados de laranja, rosa, verde e amarelo são a inconfundível marca distintiva da capital, Willemstad, que é considerada património mundial pela UNESCO devido à sua arquitectura. As áreas próximas de Willemstad, bem como essas próximas da água, são cobiçadas pelos compradores de casas. Fora da cidade, Curaçao possui uma rede de grutas, vida selvagem exótica e praias de mergulho populares, especialmente na costa oeste.

Ao contrário de Aruba e Curaçao, Bonaire não é autónoma mas sim considerada um município especial, sujeito às leis da Holanda. É a mais discreta do trio, atraindo pessoas pela sua vida ao ar livre – especialmente actividades subaquáticas. Mergulhadores de todo o mundo visitam a ilha em massas. A ilha é cercada por recifes, bem como alguns naufrágios. Toda a costa de Bonaire foi declarada um santuário marinho. Casas à beira-mar têm sempre procura, especialmente nas comunidades da costa oeste como Kralendijk, Sabadeco e Belnem.

Não há restrições relativamente à compra de imóveis por estrangeiros. As duas formas de possuir uma casa nas ilhas ABC são 1) através da propriedade absoluta do imóvel ou 2) pelo arrendamento do terreno ao governo, normalmente por um período renovável de 60 anos.